Instituídas e normatizadas as atribuições, competências e funções dos técnicos e tecnólogos em radiologia no setor industrial

por TBS Consultoria

O Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (Conter) instituiu e normatizou as atribuições, competências e funções dos técnicos e tecnólogos em radiologia no setor industrial, nas especialidades de radiografia industrial, irradiação industrial, radioinspeção de segurança, perfilagem de poços e medidores nucleares.

Os requisitos para habilitação dos profissionais das técnicas radiológicas de nível médio no setor industrial são: ser maior de 18 anos de idade; possuir diploma de conclusão do curso técnico em radiologia, expedido por instituição de ensino reconhecida pela Secretaria Estadual ou Municipal de Educação; estar devidamente inscrito no Conselho Regional de Técnicos em Radiologia (CRTR) de sua jurisdição; ter condições físicas e psicológicas para executar trabalhos de campo; e ser aprovado em curso de formação na área da radiologia industrial promovido por instituição de ensino reconhecida pelo sistema educacional, com carga horária mínima de 360 horas, incluída a carga horária mínima de 80 horas para as disciplinas relativas à proteção radiológica.

Os requisitos para habilitação dos profissionais das técnicas radiológicas de nível superior no setor industrial são: ser maior de 18 anos de idade; possuir diploma de conclusão de curso de graduação em radiologia expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); estar devidamente inscrito no CRTR da sua jurisdição; e ter condições físicas e psicológicas para executar trabalhos de supervisão de campo.

São atribuições e competências dos profissionais das técnicas radiológicas de nível médio com habilitação no setor industrial, entre outras responsabilidades: exercer as funções de operador de radiografia industrial I e II, nos termos da Norma CNEN NN 7.02 e do art. 6º da Norma CNEN NN 6.04; operar irradiadores de gamagrafia, aparelhos de raios X industriais e demais equipamentos emissores de radiação ionizante no setor industrial; delimitar e sinalizar áreas supervisionadas e controladas; verificar as condições de funcionamento dos equipamentos emissores de radiação; auxiliar no treinamento dos estagiários e profissionais recém-formados no setor industrial; e ser responsável pela segurança e proteção física das fontes de radiação no setor industrial

São atribuições dos profissionais das técnicas radiológicas de nível superior com habilitação no setor industrial, entre outras atividades, além das prerrogativas já descritas para os profissionais das técnicas radiológicas de nível médio: exercer a função de supervisor de proteção radiológica, nos termos da Norma CNEN NN 7.01; treinar, orientar e avaliar o desempenho dos profissionais de nível técnico sob sua supervisão; auxiliar na seleção e escalação das equipes de trabalho; atuar, investigar e implementar, quando necessário, ações corretivas e preventivas aplicáveis em situações de emergência, de acordo com o previsto no plano de proteção radiológica; supervisionar e coordenar as ações de proteção radiológica nos depósitos iniciais de rejeitos da instalação, quando houver; e garantir que as instalações atendam às condições de operação e armazenamento.

Os profissionais das técnicas radiológicas com habilitação no setor industrial devem observar permanente e rigorosamente as normas de proteção radiológica, bem como o código de ética profissional.

Os técnicos e tecnólogos em radiologia com habilitação no setor industrial estão sujeitos às normas e aos códigos profissionais que regulam o exercício da profissão. Faltas, erros e infrações serão apurados e julgados com base no código de processo ético-disciplinar.

Os operadores de radiografia industrial I e II, qualificados e certificados de acordo com a Norma CNEN NN 7.02, que, na data de 16.08.2016, operavam equipamentos emissores de radiação ionizante no setor industrial, deverão se inscrever no CRTR de sua jurisdição. Para terem o reconhecimento do Sistema Conter/CRTR como Técnico em Radiologia Industrial, os operadores de radiografia industrial I e II, registrados de acordo a Norma CNEN NN 7.02, deverão cumprir os requisitos para habilitação dos profissionais das técnicas radiológicas de nível médio no setor industrial e obedecer ao rito processual definido pelo Conter.

Os operadores de radiografia industrial I e II, registrados conforme a Norma CNEN NN 7.02, que, até a data de 16.08.2016, tiverem comprovado exercício profissional, experiência técnica e prática na especialidade em que atuam, serão considerados habilitados para o exercício das suas funções.

(Resolução Conter nº 11/2016 – DOU 1 de 16.08.2016)

Fonte: IOB News
Data: 16 de agosto de 2016
Acesso: 19 de agosto de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *