O que a baixa de XML de NF-e tem a ver com o SPED Fiscal?

por TBS Consultoria

Simples. Sem NF-e, não tem SPED! Imagine que sua empresa ou o setor fiscal do escritório de contabilidade precisa enviar todo mês o arquivo com a escrituração dos documentos fiscais, muito importantes para a Receita Federal e para outros fiscos. E claro, incluindo neste envio, as NF-es validadas. Baixar todas as notas, organizá-las e armazená-las é fundamental. Isto evita a perda das XML de NF-e e também problemas com multas, além de não prejudicar o envio de seus arquivos digitais no SPED.

O que acontece se eu não baixar as NF-es?

Acaso a sua empresa não costume baixar as NF-e, é hora de reaver este caso. Sua empresa pode estar desprotegida juridicamente,  podendo ter problemas com o emissor (ele pode cancelar a emissão da NF-e após a ação ter sido confirmada) e você não ter ciência disto;

Problemas com o CNPJ da sua empresa – Ele pode estar sendo utilizado por terceiros, sem o seu consentimento.  A NF-e permite que seja feita a confirmação de recebimento de algum pedido em uma entrega, ou se não foi recebido. Com ela, você possui o controle total destas operações;

Sua empresa pode ser alvo de Notas Frias – Alguém pode estar utilizando o seu CNPJ incorretamente, e você poderá pagar por isto. Para isso existe a Manifestação de Destinatário (informar ao Fisco sobre o andamento de uma operação prescrita em uma NF-e), para que você possa se proteger diante desta situação desagradável;

A otimização do controle das XML de NF-e é fundamental, já que elas não são mais em papel, são todas em arquivo digital (XML). Fica muito mais fácil de organizar e de armazenar.

Evite que sua empresa seja alvo do Fisco. Mantenha suas NF-es bem organizadas!

Tenha o controle total das XMLs

É cada vez mais importante ter o total controle dos seus arquivos digitais. Com o NF-e SIEG, fica muito mais fácil e rápido baixar as NF-es e organizá-las do modo que preferir. Além disso, você pode gerar relatórios personalizados, organizar seus DANFES em PDF, e muito mais. Com o NF-e SIEG, você transforma o Setor Fiscal (para melhor!)

Fonte: Contábeis
Data: 14 de junho de 2017
Acesso: 16 de junho de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *