Como analisar a viabilidade de uma expansão empresarial? Entenda!

por TBS Consultoria

A expansão empresarial é uma etapa importante no crescimento de uma organização. Esse momento de ampliação se inicia quando o negócio alcança seu ponto máximo, normalmente definido no seu planejamento estratégico, e precisa buscar novas opções para gerar mais lucros e dar sequência ao desenvolvimento das suas atividades.

Dessa forma, a expansão empresarial se caracteriza como um momento no qual a empresa precisa investir em soluções que permitam dar continuidade ao seu avanço. Elas podem incluir, por exemplo, estratégias como a oferta de novos serviços ou produtos, a abertura de uma filial, a entrada em novos mercados, a fusão com outro negócio, entre outras.

Além de oferecer vantagem competitiva, a expansão empresarial denota conhecimento de mercado e aumento de alcance do público. Preparamos este artigo com o objetivo de auxiliar os empresários na análise de viabilidade da expansão empresarial no contexto de seus negócios.

Se você busca o desenvolvimento e o crescimento da sua empresa, você está no lugar certo. Continue e leitura e descubra!

Analisar o momento atual da empresa

A ideia de expandir uma empresa pode ser justificada por diversas razões. Todavia, a principal delas é a manutenção da relevância do negócio. Isso deve ser objeto de atenção dos gestores, pois os produtos e serviços que estão em alta hoje, provavelmente vão perder a sua relevância com o passar dos anos.

A ideia de uma busca constante por inovação e mudanças é uma forma de manter o negócio em movimento e garantir a sua adaptação às necessidades do mercado.

Nesse sentido, o primeiro aspecto que deve ser avaliado em um processo de expansão empresarial é a análise do momento atual da empresa. O gestor precisa ter uma ideia concreta sobre a situação recente da organização, seu contexto no mercado e as reais possibilidades de investir em um processo de mudança.

Em muitos casos, o negócio não se encontra em um período oportuno para investimentos em expansão. Por isso, o passo inicial deve ser sempre a análise da sua situação atual, que será o fator determinante para definir a viabilidade do crescimento.

Avaliar o mercado e a concorrência

Caso se identifique a possibilidade de expansão em razão de um bom momento para a empresa, o próximo passo é a análise externa do mercado e da concorrência. Qualquer estratégia de crescimento precisa estar calcada em três bases claras: a empresa em si, a situação do mercado e o posicionamento da concorrência.

A avaliação destes três fatores permite que o gestor tenha um panorama bem claro da realidade na qual ele está inserido e das possíveis estratégias que podem ser desenhadas como forma de buscar um crescimento dentro desse contexto.

Identificar os custos envolvidos na expansão

O terceiro passo está vinculado aos custos. Após a identificação da viabilidade de expandir, do momento vivido pelo mercado e do comportamento da concorrência, é necessário se voltar para as questões internas relacionadas ao impacto financeiro causado por uma mudança.

O gestor precisa ter em mente que o planejamento financeiro da empresa deverá ser desenhado a fim de atender ao projeto de expansão. Em alguns casos, será necessário cortar gastos, redirecionar despesas e buscar estratégias que permitam ter dinheiro para tornar a expansão um projeto viável.

Estabelecer os objetivos da expansão

Após traçar um planejamento financeiro que viabilize o processo de expansão de forma prática, o gestor deve alinhar com a equipe de diretores e consultores qual serão os objetivos da expansão.

Nesse sentido, a primeira linha de objetivos a serem delineados são os objetivos comerciais. Neles, entram fatores como lucratividade a ser alcançada, estimativa de venda necessária e análise de desenvolvimento de novos produtos/serviços.

Além deles, há os chamados objetivos de marketing, que devem prever quantos clientes novos a empresa deseja conquistar e qual será o período de tempo necessário para alcançar esse número.

A dica para o gestor é que ele trace metas para cada área do negócio, estabelecendo prazo de cumprimento. Com isso, será mais fácil definir quais serão as estratégias a serem utilizadas para tirar estes objetivos do papel e colocá-los em prática.

Definir qual estratégia será utilizada

Assim, chegamos à última etapa do processo de desenvolvimento de uma estratégia de expansão empresarial. Após traçar os objetivos que a empresa deseja alcançar com a ampliação do negócio, é hora de definir qual será a prática utilizada para que esse crescimento efetivamente aconteça.

Entre as estratégias que mais são abordadas por empresas que estão passando por este processo, podemos destacar:

  • diversificação dos produtos/serviços, com a apresentação de novas soluções;
  • aquisição de novas empresas;
  • abertura de filiais;
  • início de um processo de franquias;
  • ingresso em novos mercados;
  • fusão com outra empresa.

A definição acerca de qual será a estratégia utilizada vai depender da realidade de cada empresa e do contexto de mercado no qual ela se encontra. Ao final de todo o processo de discernimento que apresentamos ao longo deste artigo, o gestor terá elementos que permitam definir os próximos passos com mais segurança e certeza.

Planejamento

Vale destacar que um planejamento de expansão eficiente deve estar atrelado à utilização de metodologias que permitam a sua análise. Nesse sentido, nossa dica é a estruturação de uma Matriz SWOT com a posterior utilização do sistema 5W2H.

A Matriz SWOT fornece informações que tornam possível visualizar o que há de vantajoso e de desvantajoso, tanto no âmbito interno da organização quanto no âmbito externo. Listando as forças e fraquezas, bem como as oportunidades e ameaças, é possível prever situações e estar previamente preparado para elas.

Com o mapeamento concluído, entra em cena o 5W2H, que é uma ferramenta que ajuda a traçar o plano de ação. Mediante uma lista de perguntas, ela auxilia o gestor a manter o foco em cada tarefa realizada.

Para cada uma das tarefas é necessário responder às seguintes perguntas:

  1. O que será feito? (What)
  2. Por que será feito? (Why)
  3. Onde será feito? (Where)
  4. Quando será feito? (When)
  5. Por quem será feito? (Who)
  6. Como será feito? (How)
  7. Quanto vai custar? (How much)

Com essas respostas para cada ação, o plano de expansão ficará mais organizado e estruturado, facilitando o processo de colocá-lo em prática.

Como você pode ver, a análise da viabilidade de expansão de um negócio está vinculada a diversos fatores, tanto internos quanto externos, que devem ser avaliados com minúcia para garantir o crescimento saudável e seguro. É importante que a empresa esteja assessorada com profissionais qualificados, com conhecimento de mercado e de áreas estratégicas importantes para o negócio, como a tributária, fiscalcontábil, entre outras.

Gostou deste artigo sobre expansão empresarial? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de outras dicas relevantes sobre gestão estratégica eficiente para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *