Saiba o que avaliar antes de abrir uma filial

por Antonio Carlos

filial

Antonio Carlos
Compartilhe informação!!

Abril uma Filial

 

Abrir uma filial é o objetivo de muitas empresas. Essa atitude demonstra o crescimento da instituição e a intenção de atingir consumidores de outras localidades, aumentando a visibilidade e consolidando-se no seu segmento de atuação.

Entretanto, para que a empresa obtenha êxito nessa empreitada, é fundamental que os gestores observem alguns aspectos. Desse modo, eles serão capazes de verificar quais táticas serão adotadas, como timing correto, local, dentre outros.

Prezando pela adoção de estratégias adequadas, as chances de sucesso são potencializadas e a geração de lucros da nova instituição tende a ser muito melhor.

Ficou interessado em saber o que avaliar antes de abrir uma filial? Então, este post é para você. Continue a leitura e confira!

Qual a importância do planejamento e timing correto para abrir uma filial?

Muitas pessoas imaginam que o período de crise não é o momento correto para expandir o negócio, mas isso pode não ser verdade. Evidentemente, em épocas de recessão, é muito mais arriscado promover qualquer mudança e inovação no mundo empresarial. Contudo, com o uso de análises adequadas e cuidadosas, podem ser verificadas excelentes oportunidades.

O planejamento é vital para o êxito na abertura de uma filial. Muito antes de a empresa ser expandida fisicamente, essa expansão já deve ter sido praticada nos estudos e planilhas dos gestores.

Os profissionais precisam vislumbrar todas as possibilidades e pesquisar todos os aspectos relacionados à área, como:

  • potencial de mercado consumidor;
  • presença de concorrentes;
  • consolidação da matriz entre fregueses daquela localidade etc.

Desse modo, o empresário estará ciente de todas as chances que a nova instituição tem de dar certo, ou não, e verificará, com segurança, a real viabilidade do negócio.

Qual é o momento certo para abrir uma filial?

O momento correto para abrir uma filial é, como dissemos, quando o modelo já foi testado. Ou seja, quando o planejamento correto tiver sido realizado e um plano de negócio esteja em funcionamento. Nessa hora, o gestor tem a segurança de poder expandir seu negócio com grandes chances de êxito na empreitada.

Além disso, o dono da empresa deve estar totalmente pronto para lidar com novas demandas. Pois, uma nova instituição empresarial também acarretará um número maior de decisões a serem tomadas.

Nesse momento, contar com uma empresa especializada na consultoria empresarial pode ser determinante para o sucesso do negócio. Esse parceiro analisará aspectos financeiros, de viabilidade, trabalhistas, fiscais, dentre outros. Assim, o trabalho dos gestores fica simplificado e a decisão será tomada de maneira mais fácil.

O que deve ser considerado antes de abrir uma filial?

Veja, agora, algumas das questões que devem ser observadas antes de fazer esse investimento. Confira!

Base de clientes

Não é segredo que o número de clientes que a empresa tem são os indicativos reais do seu sucesso. São eles que consomem os serviços, ou itens, que são ofertados pela instituição e determinam qual será a margem de lucro atingido.

Por isso, no momento de abrir uma filial, o gestor deve analisar se a instituição tem uma base de clientes significativa e duradoura. Afinal, se você tem uma clientela fixa, que confia nos serviços prestados pela sua empresa, não é mais necessário ir atrás de novos fregueses, pois são eles que a procuram. O seu negócio está consolidado no mercado e a expansão é indicada.

Nesse ponto, cabe aos gestores, ou à empresa de consultoria parceira, verificar a localidade onde o potencial de mercado consumidor está mais aquecido no ramo de atuação da sua companhia.

Projeção contábil

Além de fazer uma análise da situação financeira atual da empresa, é essencial que o gestor realize uma projeção orçamentária. Ou seja, deve ser dimensionada a capacidade financeira da instituição, observados a curto, médio e longo prazo.

De acordo com esse planejamento, o empresário será capaz de analisar suas expectativas de faturamento e como serão dispostas as suas despesas futuras, chegando, enfim, a um ponto de equilíbrio financeiro. Assim, ele terá a real dimensão de qual valor será necessário investir para expandir o negócio e como está a contabilidade da empresa.

Aspecto trabalhista

Uma empresa não cresce no mercado devido à atuação individual de seu proprietário. Com ele, trabalham colaboradores e gestores. Todo esse conjunto é responsável pela prosperidade da marca e a necessidade de expansão do negócio.

Nesse âmbito, é fundamental que a nova equipe, que atuará ao abrir uma filial, desempenhe um papel tão decisivo quanto ocorreu na matriz. Dessa maneira, estar atento a aspectos trabalhistas, é decisivo para que o negócio corra bem.

Verifique se não há passivos trabalhistas que não foram pagos e se há alguma alteração na legislação quanto à contratação de novos funcionários e o treinamento daqueles que passam a integrar a nova equipe. Assim, você estará seguro de contar com profissionais que desempenharão um excelente trabalho e sem riscos de descumprir alguma exigência legal, que venha prejudicar a expansão do negócio.

Processo tributário e fiscal

Outro ponto a ser observado na abertura de uma filial, é o que se relaciona aos tributos e aspectos fiscais que deve ser satisfeitos pelo empreendedor. O Fisco dá às pessoas jurídicas, um tratamento diferenciado em relação ao pagamento de impostos, taxas e contribuições. Portanto, deve-se estar bastante atento, para que a não quitação de algum tributo prejudique a saúde financeira ou comprometa o funcionamento da nova loja.

Contar com uma empresa especializada, nesse ponto, será essencial para que tudo corra bem e que as exigências legais sejam observadas. A empresa parceira verificará dentro da viabilidade de expansão, inclusive, o que se relaciona aos pagamentos de tributos e alertará o empresário de qualquer mudança na legislação.

Processos na junta comercial

Por fim, os gestores proprietários da instituição devem buscar informações, antes de abrir uma filial, sobre os aspectos fiscais e burocráticos que envolvem essa operação. Devem conhecer a legislação aplicada, para se protegerem e evitarem que incorram em qualquer irregularidade.

Por exemplo, é necessário comparecer à junta comercial para realizar diligências, como a alteração ou transferência do nome empresarial, e proteger a marca para que outras instituições não a utilizem. Além disso, é preciso alterar o contrato social da empresa, para que a nova situação seja registrada e não exista irregularidade.

Observar esses pontos que se relacionam, ao abrir uma filial, é essencial para o empresário que quer expandir seu negócio. Trace um planejamento e analise, com cuidado, todos os tópicos que levantamos. Assim, você estará seguro e otimiza as chances de êxito na operação.

É importante contar com uma empresa parceira para a consultoria empresarial, na hora de abrir uma filial. Os profissionais contratados são experientes nesse tipo de demanda e utilizarão seus conhecimentos para ajudar você e sua empresa a traçarem um planejamento adequado. Portanto, dê preferência às instituições de consultoria experientes no mercado e com trabalho consolidado entre seus clientes.

Gostou de saber mais sobre os pontos que devem ser observados antes de abrir uma filial? Então, deixe seu comentário e compartilhe as suas experiências.

Informativo

Download


Compartilhe informação!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *