Entenda como transformar as atividades de compliance na sua empresa

Por |

Regras e regulamentos são muitas vezes vistos como um obstáculo para os negócios, mas a verdade é que uma empresa não consegue sobreviver sem eles. A necessidade de conhecer e saber como transformar as atividades de compliance se tornou essencial diante desse cenário, que afeta organizações de todos os setores e tamanhos.

O compliance é um programa de estratégias que beneficia e regula as ações de uma empresa. Seu objetivo é garantir o controle das etapas e obrigações, que devem ser seguidas para o bom desenvolvimento de um negócio. Ele visa gerar valor para uma organização e garantir a sua sobrevivência, por meio do compliance com as leis e normas vigentes.

Neste conteúdo, falaremos sobre como é possível transformar as atividades de compliance, proporcionando muitos benefícios para a empresa. Continue a leitura!

Cumprir os deveres da sua organização

Esse é o benefício mais óbvio conquistado ao transformar as atividades de compliance. Se você é gerente de uma empresa, se beneficia dos serviços básicos da sua comunidade. Em troca, a empresa tem a obrigação de cumprir todas as leis que envolvem o seu negócio.

Além disso, se você usar os recursos de terceiros (investidores ou credores), precisa ser capaz de garantir a eles que está cumprindo as regras e regulamentos aplicáveis. Dado o quão óbvio é esse primeiro ponto, é surpreendente que organizações menores às vezes tenham tido pouca atenção com a função de compliance.

Infelizmente, muitas organizações ainda costumam agir com indiferença quanto à regulamentação da conduta dos funcionários e o cumprimento dos regulamentos e das leis. Ao transformar as atividades de compliance na organização, é possível mudar essa realidade, fazendo com que ela fique em conformidade com a lei e a justiça do país.

Impulsionar o crescimento

A grande verdade é que as empresas que ignoram o compliance terão desafios maiores a longo prazo. Seu histórico nesse aspecto terá implicações profundas em todos os componentes de seu negócio que conduzem ao crescimento.

Por exemplo, a capacidade de atrair investidores e garantir crédito em instituições financeiras depende de sua reputação e do grau de risco associado à sua empresa. Um registro de compliance deficiente é um grande sinal de alerta a esse respeito.

A grande realidade é que, quando uma instituição financeira percebe que seu negócio tem uma boa reputação e fama de “bom pagador”, mais eles poderão oferecer a você ajuda no crescimento da sua empresa no mercado.

Criar confiança

Não há como ter certeza de que as pessoas estão cumprindo seus compromissos, a menos que existam regras e normas adotadas e enfatizadas em toda a organização. Além disso, o fato é que as pessoas desejam interagir com empresas que têm a reputação de honrar seus compromissos.

Portanto, não é surpresa que os gestores classifiquem consistentemente o risco de reputação como sua principal preocupação. Se você não for confiável no mercado, é improvável que os clientes escolham seus produtos ou serviços.

Por outro lado, se você criar confiança, os clientes não hesitarão em procurar sua empresa. A verdade é que, sem transformar as atividades de compliance da sua organização, ela ficará como um homem de olhos vendados: qualquer passo pode levar ao desastre.

Otimizar a gestão

Estar em compliance mostra que os gestores e sua equipe conseguem controlar de forma efetiva os processos implementados, por meio de estratégias de compliance no âmbito trabalhista, comercial, político e contratual, por exemplo.

Em contrapartida, quando a empresa não transforma essas atividades, há um risco desnecessariamente elevado, podendo causar prejuízos financeiros e afetando sua posição no mercado. O fato é que a gestão de riscos e o compliance estão bastante ligados.

É preciso refletir e mudar o estilo de gestão, ajustar a maneira como as informações e dados da corporação são utilizados e o modo como colaboradores estão realizando o cumprimento de suas obrigações conforme as normas existentes, com o intuito de atingir um alto nível de implementação de compliance, independentemente do porte e ramo da organização.

Impulsionar a vantagem competitiva

Para que uma empresa tenha êxito em seus negócios, é necessário estar a frente de seus concorrentes no mercado. É sabido que, se uma organização está com processos na justiça pela não conformidade de determinadas regras, os seus clientes, acabam perdendo a confiança e optam por fazer negócios com empresas concorrentes.

Porém, utilizando as estratégias de compliance, será possível melhorar sua imagem e ter de volta a preferência dos seus clientes. Dessa forma, a lealdade dele se torna uma realidade, uma vez que é mais provável que os clientes retornem para a empresa que consideram ser confiável e que ande em conformidade com as leis.

Além disso, a empresa se destaca no mercado, ganhando mais vantagem competitiva com relação aos seus concorrentes do mesmo ramo.

Diminuir o passivo trabalhista

Essa provavelmente é uma das maiores preocupações de muitos gestores. Você já viu alguma organização que nunca enfrentou um processo trabalhista? Ao transformar as atividades de compliance, você evitará ao máximo qualquer risco de isso acontecer, pois estará em conformidade com a legislação trabalhista vigente.

Sua empresa conseguirá se adequar e cumprir todas as normas da CLT e também estará de acordo com a jurisprudência e as tendências do seu setor.

Maximizar a produtividade

O compliance interno com segurança, salários, benefícios aos funcionários, compensações e proteção aos colaboradores viabilizará um ambiente de trabalho mais motivador. Os colaboradores ficam mais empenhados em trabalhar quando percebem que estão seguros em uma empresa que cumpre seus deveres.

É essencial a implementação das estratégias de compliance dentro da empresa, visto que vai garantir que os colaboradores fiquem satisfeitos e que todos os problemas e reclamações sejam monitorados e tratados de forma adequada, antes que ganhem grandes proporções e prejudiquem a empresa.

Quando se sabe como transformar as atividades de compliance, é mais fácil implementar normas a serem cumpridas, a fim de assegurar um ambiente e também processos mais seguros e em conformidade com as normas, para todos os envolvidos no negócio.

Evitar processos criminais

Evitar possíveis acusações criminais é um dos grandes motivos para garantir o compliance em sua empresa. Nenhuma organização quer estar em uma posição em que enfrente acusações criminais por não cumprir as normas estabelecidas pela legislação.

Existem várias leis e regulamentos em vigor que ditam o funcionamento de uma empresa. Implementar o compliance da forma correta pode garantir que a organização não infrinja as regras nem corra o risco de enfrentar sérias consequências, com custos internos e externos.

Além disso, uma das estratégias de compliance é realizar o registro e o controle de todos os documentos da empresa. Devido ao fato de ser feito o registro de todos os processos operacionais, o empreendimento tem em mãos mais documentos para sua defesa no âmbito judicial e administrativo.

Como vimos, é muito benéfico saber como transformar as atividades de compliance em seu negócio. Dependendo do setor, do tamanho, do tipo da empresa e da estrutura organizacional, haverá requisitos individuais para esse processo. Por essa razão, é essencial contar com a ajuda de uma empresa de consultoria especializada, como a TBS, para utilizar essa estratégia de forma eficiente.

Atividade de compliance possui potencial para transformar seus negócios, fale com nossos consultores e solicite uma consultoria para avaliar todas as possibilidades da sua empresa, clique aqui.

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: 0 / 5. Avaliações: 0

Nenhuma avaliação, seja o primeiro!