fbpx

O que é Due Diligence e qual sua importância para a empresa?

Por |

Você, como gestor de empresas, já parou para pensar como anda a atual situação dos diferentes setores que a compõem? Como será que os processos relacionados às áreas fiscal, contábil e trabalhista estão sendo conduzidos? Esse tipo de acompanhamento é vital para a sobrevivência e o crescimento de qualquer negócio. Existem situações, entretanto, que necessitam muito mais do que uma auditoria. Nesses casos, é exigida a chamada Due Diligence.

Mas, afinal de contas, o que vem a ser a Due Diligence e por que ela é diferente da auditoria? Acompanhe os principais detalhes associados a esse processo e entenda as razões para realizá-lo na sua empresa!

O que é Due Diligence?

O mundo corporativo é composto por inúmeros equívocos. A lista, certamente, vai longe. Um dos erros mais comuns consiste em confundir a Due Diligence com uma auditoria independente. Caso alguém tenha defendido a teoria de que os procedimentos são idênticos, desconfie.

Muito mais minucioso do que uma auditoria, a Due Diligence é um conjunto de procedimentos que visam proporcionar uma verdadeira varredura na empresa. O ganho em detalhes justifica-se: essa diligência prévia é pré-requisito durante as transações que envolvem compras e vendas de organizações.

Naturalmente, o alvo da operação é a empresa a ser comercializada. Assim, o profundo processo de investigação interna pode ser solicitado por qualquer uma das partes interessadas na negociação.

Também é de se esperar que a Due Diligence foque as suas atenções em todos os pilares de qualquer organização. Nós estamos falando sobre os seguintes departamentos:

  • operacional;
  • contábil;
  • tributário;
  • trabalhista;
  • jurídico.

Depois desse verdadeiro pente fino, é possível avaliar as reais condições da empresa que está aberta a negociações de compra. Afinal, toda e qualquer inconsistência de dados ou informações é levantada durante o processo. Desse modo, a empresa compradora passa a ter ciência das vantagens e desvantagens atreladas àquela negociação.

Qual é a grande diferença entre a Due Diligence e a auditoria?

Pode-se afirmar que a Due Diligence até usa parâmetros parecidos com aqueles presentes nos procedimentos executados pelos auditores. Convém notar, todavia, que os objetivos são distintos.

No fundo, a auditoria visa a averiguar a realidade das demonstrações financeiras. Enquanto isso, a Due Diligence mantém uma lupa sobre a correlação estabelecida entre os passivos e os possíveis riscos que eles podem gerar. Portanto, há uma divergência entre o peso das ações empregado em cada caso.

Qual é a importância da Due Diligence para a empresa?

Se uma empresa solicita a Due Diligence, é sinal de que os gestores estão vislumbrando uma possível negociação em um médio ou longo prazo. Também é compreensível que surja o interesse em descobrir qual é o valor do negócio naquele momento.

No mesmo sentido, qual seria a projeção de valor da empresa após determinado período? A Due Diligence pode auxiliar na busca de perguntas como essa, pois ela analisa os fatores que interferem nos resultados alcançados pelas organizações.

Todos esses questionamentos devem constar, em certa medida, no planejamento estratégico da empresa. Afinal, as melhores práticas de gestão estão alinhadas à antecipação dos fatos.

Nesse sentido, um processo tão profundo como a Due Diligence é essencial para que se tenha:

  • uma visão ampliada sobre as dimensões e possibilidades de crescimento do próprio negócio;
  • um conhecimento mais específico quanto à situação das empresas concorrentes — a Due Diligence pode ajudar a estabelecer parâmetros comparativos acerca do potencial de crescimento das principais organizações de um determinado nicho;
  • uma noção mais apurada sobre os riscos mais iminentes, o que facilita a adoção de medidas preventivas.

Como aplicar o processo de Due Diligence ao negócio?

Para tanto, é necessário contratar uma empresa especializada em toda a cadeia de processos mencionada anteriormente. Logo, nós estamos nos referindo a uma organização apta a prestar uma consultoria tributária, contábil e trabalhista de excelência.

Inicialmente, ao menos, o processo consiste na identificação dos riscos e das oportunidades inerentes ao negócio. Como mencionado anteriormente, essa investigação se torna mais afunilada, diferentemente de uma auditoria.

Com o suporte das ferramentas ideais, a empresa de consultoria cruza todos os dados coletados. Após a separação de cada conjunto, o estudo é feito de forma expansiva e em determinadas frentes. Ao término, é possível descobrir se o valor informado pela empresa está em sintonia com os números apresentados e os pareceres relatados.

Como a TBS pode auxiliar no processo de Due Diligence?

A principal finalidade da Due Diligence reside em transmitir segurança para a parte contratante do serviço. Essa tranquilidade está associada tanto ao investimento ou à compra de uma empresa quanto à venda ou incorporação de um negócio.

Quanto ao investidor, a TBS Consultoria diminui significativamente as incertezas relacionadas ao sucesso de um investimento. Com a Due Diligence, dados específicos são fornecidos ao investidor antes da realização de um aporte financeiro naquele negócio. Do lado da empresa a ser vendida ou incorporada, o processo é decisivo para que os sócios conheçam o valor do que eles têm em mãos.

Em ambas as circunstâncias, é imprescindível que a empresa encarregada da Due Diligence tenha pleno domínio sobre as ações a serem executadas. Devido ao seu DNA de especialista, a TBS Consultoria garante não só a máxima eficácia dos procedimentos, como a total confidencialidade das informações manipuladas.

Um processo extremamente delicado como a Due Diligence abrange muitos aspectos particulares das empresas analisadas. Somente uma consultoria com toda a expertise necessária é capaz de conduzir uma Due Diligence impecável.

Qualquer espécie de vazamento do processo tende a minar a reputação da empresa no mercado. Caso isso aconteça, as relações entre a organização e seus principais stakeholders podem ficar profundamente abaladas.

Não é difícil entender os motivos dessa consequência desastrosa. Afinal, os colaboradores podem entrar em pânico, imaginando que perderão seus empregos a qualquer momento. Outro elo da corrente propenso a enxergar a situação com maus olhos é o dos fornecedores.

Um dos papéis da consultoria contratada consiste em gerenciar a Due Diligence com a maior discrição possível. Esse também é um dos compromissos assumidos pelo time de especialistas da TBS Consultoria.

Agora que você está bem-informado sobre Due Diligence, conheça as 7 maneiras de expandir uma empresa! Siga as dicas e surpreenda-se com os resultados!

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_sidebar admin_label=”Barra Lateral” orientation=”left” area=”ca-sidebar-4564″ background_layout=”light” remove_border=”off” /][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: / 5. Avaliações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.