Internacionalização de empresas: saiba como preparar o seu negócio

Por |

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” text_font=”Lato||||” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” header_font=”|on|||” header_text_color=”#68d800″ text_text_color=”#3f3f3f”]

Internacionalização de empresas

 

Diversificar a atuação geográfica de um negócio é uma estratégia conhecida como internacionalização de empresas. Ela se apresenta como sendo uma alternativa interessante para os empresários que buscam melhorar o desempenho dos seus negócios, principalmente, quando o mercado nacional passa por alguma instabilidade.

Desta forma, a internacionalização das empresas e a abertura de novos mercados se resume como sendo um processo de ingresso de uma organização empresária no mercado exterior, por meio da realização de atividades como a exportação de produtos para o mercado internacional.

Realizar atividades empresariais em outro país não é um procedimento simples, razão pela qual os empresários precisam entender os processos e os cuidados que devem ser tomados para garantir o sucesso do seu projeto. Neste artigo, você vai descobrir como se preparar para a internacionalização, conhecendo os principais erros e aprendendo como aplicar a estratégia no seu negócio. Acompanhe!

Quais os benefícios da internacionalização de empresas?

Antes de pensar em iniciar um processo de internacionalização é preciso que o empresário conheça as vantagens que a sua empresa pode obter ao iniciar as suas atividades em outro país. Confira a seguir que benefícios são esses.

Redução de custos

A exportação pode ser uma estratégia interessante para o empresário que quer reduzir a carga tributária no seu negócio. Em muitas situações, os países de destino da exportação oferecem alternativas interessantes para a empresa que envia o produto.

O próprio governo brasileiro é um facilitador de alguns processos de exportação, uma vez que oferece redução e exclusão de certos tributos sobre a produção e comercialização de mercadorias. Essa regra pode ser aplicada, por exemplo, com relação ao ICMS e COFINS.

Expansão do mercado

Um benefício notório trazido pela internacionalização é o ganho de novos mercados como consequência natural da explicação de novas regiões geográficas. Isso significa que a empresa tem a oportunidade de vender seus produtos em mercados que ainda não foram explorados, ampliando sua área de atuação.

Isso também contribui para a possibilidade de alinhar o planejamento de vendas e prospectar mercados que atendam a períodos de baixa produção. A sazonalidade de consumo, em determinadas épocas do ano, pode ser suprida por necessidades oriundas de clientes do mercado externo.

Expansão e consolidação da marca

Atuar no mercado internacional pode representar o crescimento e a melhora na imagem da sua empresa perante o mercado nacional. Ao internacionalizar a sua empresa, é notório que o seu negócio está bem e isso vai se refletir em todo o mercado.

Trata-se, portanto, de uma excelente oportunidade de tornar a sua marca uma referência com um carimbo de qualidade e expertise que ultrapassa os limites nacionais. Isso vai agregar vantagem competitiva no mercado nacional, além de trazer maior valor para os produtos/serviços desenvolvidos pela empresa.

Experiência de mercado

Por fim, um benefício que não pode deixar de ser citado é a experiência de mercado. A atuação em outro país permite que a organização adquira conhecimento e experiências que poderão contribuir significativamente para o desenvolvimento de novas estratégias e constante atualização do negócio.

Powered by Rock Convert

Como realizar a internacionalização da sua empresa?

O processo de internacionalização pode variar de acordo com as particularidades e os objetivos de cada empresa. Nesse sentido, a melhor forma de colocar em prática esse projeto é com o apoio técnico de profissionais especializados.

A seguir, elencamos algumas dicas práticas que podem ser seguidas para contribuir com o seu projeto, acompanhe e entenda!

Primeiro passo: busque informações e compreenda o mercado

Antes de começar a colocar em prática qualquer estratégia, é preciso estudar e compreender se o mercado internacional realmente precisa do seu produto ou serviço. É necessário entender quais as demandas desse mercado, as empresas concorrentes e se o seu negócio tem condições de competir com o setor.

Esse primeiro passo inclui, por exemplo, a realização de pesquisas in loco, avaliação da concorrência, análise do perfil de consumidores, legislação e análise de custos para implementação.

Segundo passo: avalie as demandas do novo mercado e a sua capacidade de produção

Se você quer começar a atuar no mercado internacional, precisa descobrir se a sua empresa tem capacidade real de produção ou de prestação de serviços para atender ao novo público.

Por isso, depois de verificar a viabilidade do seu projeto sob a perspectiva externa, avalie se a sua empresa pode atender de forma adequada novos clientes e o possível volume de vendas que ele vai demandar.

Terceiro passo: adapte-se aos requisitos técnicos e legais

Para atuar com segurança no mercado internacional, sua empresa deve cumprir todos os requisitos técnicos e exigências legais desse novo mercado. Avalie as regras e se adapte totalmente ao que for exigido pelo novo país.

Quarto passo: monte suas estratégias de comercialização

Depois de estar totalmente adaptado e antes de começar a operação de internacionalização, você deve montar as estratégias de comercialização do seu produto. Isso garantirá mais eficiência e segurança no processo de planejamento e tomada de decisões no novo mercado.

Quais erros devem ser evitados no processo de internacionalização?

Se você está pensando em internacionalizar, deve ficar atento a alguns erros muito comuns e que acabam prejudicando empresas que se aventuram em novos mercados sem o devido preparo. Entre esses erros, você deve ficar atento a:

  • ter cuidado para fazer associação com parceiros de negócio que não tenham experiência e conhecimento técnico a respeito do mercado internacional;
  • não integrar todos os setores da empresa na internacionalização, elaborando um plano estratégico e montando uma equipe específica para atuar nesse mercado;
  • não deixar de buscar informações sobre os mercados, ambiente de negócios e perfil e cultura empresarial dos clientes internacionais;
  • não esquecer de investir em networking, dedique seu tempo ao comparecimento em feiras, seminários internacionais e exposições;
  • não esquecer de investir em comunicação e marketing, eles são efetivos em qualquer mercado, inclusive no âmbito internacional.

A internacionalização representa o desenvolvimento de novos negócios para uma empresa. O mercado externo pode ser tanto ou até mais concorrido que o nacional, por isso é preciso estar atento para evitar erros e adotar as estratégias mais precisas e eficientes.

Planejar corretamente o processo de internacionalização e realizar um monitoramento eficiente das atividades desenvolvidas garante não só o sucesso da operação como minimiza o risco de danos financeiros para a empresa.

Este artigo sobre internacionalização de empresas foi útil? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de conteúdos exclusivos sobre planejamento empresarial, contabilidade, gestão fiscal e outros temas relevantes para o desenvolvimento de uma gestão empresarial mais eficiente.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_sidebar admin_label=”Barra Lateral” orientation=”left” area=”ca-sidebar-4564″ background_layout=”light” remove_border=”off”]

 

[/et_pb_sidebar][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: / 5. Avaliações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos conteúdos.