No mercado financeiro , a liquidez corrente refere-se à rapidez com que um investimento pode ser vendido, sem impactar negativamente seu valor.

O que é liquidez corrente e como interpretar esse índice? Veja aqui!

Por |

No mercado financeiro , a liquidez corrente refere-se à rapidez com que um investimento pode ser vendido, sem impactar negativamente seu valor. Quanto mais líquido for um investimento, ele poderá ser vendido mais rapidamente e mais simples será vendê-lo pelo valor de mercado atual ou por um valor que seja justo. 

Se todo o resto for igual, os ativos mais líquidos são negociados com prêmio e os ativos ilíquidos são negociados com desconto. Na análise contábil e também financeira de uma organização, um método pelo qual podemos identificar se ela consegue ou não cumprir com suas obrigações financeiras de curto prazo é fazendo o cálculo da liquidez corrente da mesma.

Mas você sabe como calcular a liquidez corrente de sua empresa? Neste post tiraremos todas as suas dúvidas sobre o tema. Acompanhe!

O que é a liquidez corrente de uma empresa?

A liquidez corrente de uma empresa refere-se à disponibilidade de caixa ou equivalentes de caixa, a fim de atender às demandas operacionais de curto prazo. Ou seja, liquidez é a quantidade de ativos líquidos disponíveis para quitar dívidas e despesas dentro do vencimento. Obviamente, o dinheiro é o ativo mais líquido de todos.

Como descobrir o grau de liquidez corrente de uma empresa?

Normalmente, o índice atual é determinado como ativos que serão convertidos em dinheiro no prazo de até um ano, e passivos que serão quitados durante o mesmo prazo. Os ativos circulantes englobam investimentos de curto prazo, despesas antecipadas, caixa e equivalentes de caixa, contas a receber, estoque e os demais ativos líquidos.

Já o passivo circulante refere-se à dívida de curto/longo prazo, despesas acumuladas, contas a pagar e outros passivos circulantes. Para descobrir a liquidez corrente de uma empresa, é preciso fazer o seguinte cálculo:

ECF e ECD

Liquidez corrente = ativo circulante/passivo circulante

Qual o índice de liquidez corrente ideal para quem quer investir?

Investidores e credores costumam utilizar  índices de liquidez, a fim de verificar o desempenho de um negócio. O índice atual revela quantas vezes a empresa pode pagar suas obrigações de dívida atuais, baseado em seus ativos mais líquidos. Ele mostra também o peso geral que a dívida traz para a organização.

É comumente tido como aceitável, um índice que está em concordância com a média geral da indústria ou um pouco maior. O índice abaixo de 1 sugere que a empresa está bem sobrecarregada com dívidas atuais e está com grandes problemas financeiros. Isso significa que é bem ruim a posição de liquidez da empresa, pois não consegue quitar as dívidas dentro do prazo sem ter dificuldades.

O simples cálculo do índice não revela a verdadeira liquidez do negócio, pois um índice atual elevado pode nem sempre ser um bom sinal. Um índice maior do que 3 pode revelar que a empresa não está utilizando seu ativo circulante de modo eficiente e não está fazendo a gestão do seu capital de giro de maneira eficaz.

Por exemplo, se 90% dos ativos for o caixa da empresa, os investidores podem questionar o motivo desses recursos não estarem sendo utilizados ​​para investir em novo capital.

Por fim, agora que você sabe como funciona e como calcular a liquidez corrente de sua empresa. É importante ressaltar que é essencial contar com a ajuda de uma empresa especializada, para auxiliar na compreensão e no cálculo correto desse índice.

Nosso post foi útil para você? Então, entre já em contato conosco e conheça nossos serviços, que poderão fazer toda a diferença em seus negócios!

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: 0 / 5. Avaliações: 0

Nenhuma avaliação, seja o primeiro!

Open chat