Confira o passo a passo de uma operação de M&A!

Por |

Não existe um padrão para o ciclo de vida de uma empresa. Algumas expandem tanto seus negócios que se tornam uma megacorporação, outras, infelizmente, fracassam em suas iniciativas e acabam falindo. Porém, existe uma espécie que, para crescer, precisa de uma parceria. São aquelas empresas que entram em operação de M&A.

Você deve estar se perguntando: o que é isso? Bem, não é um processo novo no mundo empresarial. Para sermos sinceros, podemos até apresentar dados de como essa iniciativa é mais comum do que se imagina. De acordo com o Valor, no primeiro trimestre de 2021, a quantidade de M&A aumentou em 50%. Interessante, não é?

Neste texto, vamos apresentar as principais características dessa operação e o que é preciso para fazê-la. Confira!

O que é operação de M&A?

M&A é a sigla inglesa para mergers and acquisitions. Apesar de ser utilizada no Brasil, no português, ela pode ser substituída por F&A, ou Fusões e Aquisições. A tradução é autoexplicativa — são as operações de venda ou reorganização parcial ou total a que uma empresa se submete.

Qual é o propósito do M&A?

No começo, falamos sobre o ciclo de vida de uma empresa. O objetivo é sempre expandir, seja por conta própria ou por meio de outros mecanismos coletivos, como a venda de suas ações e parcerias. O M&A se encaixa justamente na segunda categoria.

Para muitos negócios, a única forma de conseguir atingir um novo patamar é por meio de uma fusão ou adquirindo outra empresa. Essa é uma estratégia que é até uma defesa do mercado, já que pode garantir algumas vantagens relacionadas à concorrência.

Um caso interessante foi o que aconteceu com a Pague Mais. A rede de drogarias comprou sua concorrente e conseguiu subir de ranking entre as maiores redes varejistas de remédios do país.

Como funciona?

Pode existir uma confusão a respeito do M&A, com algumas pessoas achando até mesmo que se trata de uma operação só por causa da junção da sigla. Mas há diferenças importantes a se considerar:

  • fusão: regida pela Lei 6.404/1976, a fusão se caracteriza pela união de duas ou mais sociedades para gerar uma nova. Ela terá todos os direitos e obrigações das anteriores. Basicamente, os dois negócios são extintos para formar um totalmente novo, inclusive, judicialmente;
  • aquisição: no caso da aquisição, uma empresa compra outra de forma parcial ou total. A principal diferença da fusão é que não é gerada uma nova sociedade, o negócio continua existindo, inclusive, a sua identidade jurídica.

Como é feito o processo de M&A?

Por ser uma operação que envolve diversas frentes das empresas, o processo de M&A tem uma certa complexidade para a sua execução, necessitando de algumas etapas. Vamos entender mais a seguir!

Análise

Essa é uma etapa de coleta e também de avaliação das empresas envolvidas no M&A. Nesse caso, as informações dos negócios são levantadas e se avaliam as perspectivas de crescimento, os riscos envolvidos na operação, os ajustes contratuais pendentes, entre outros aspectos. É uma fase importante para definir como serão os próximos passos, além de deixar todas as expectativas dos envolvidos alinhadas.

É também aqui que se elabora a LOI (Letter of Intent — carta de intenção) e o MOU (Memorandum of Understanding — memorando de entendimentos), dois documentos, um responsável por oficializar a intenção ou interesse na transação, e o outro um contrato inicial entre as partes, respectivamente.

Valuation

Nessa fase, procura-se definir ou, pelo menos, estimar qual é o valor dos negócios. Uma etapa interessante, já que tenta-se identificar o preço das empresas envolvidas por meio de diferentes critérios e métodos que vão desde analisar a saúde financeira até verificar alguns indicadores, planos de crescimento etc.

Due Diligence

A due diligence se configura como uma espécie de auditoria que será responsável por verificar se todos os dados informados no período de análise estão corretos. Se houver irregularidades, esse é o momento de resolvê-las.

É importante frisar que, além da due diligence, esse também é o momento da negociação, ou seja, é hora de as partes concordarem em relação ao preço e a estrutura da operação.

Se tudo estiver certo, o contrato principal e os acessórios são gerados.

Fechamento de contrato e pós

Com as partes em acordo e o contrato redigido, as empresas oficializam o M&A e o fechamento formal da operação é realizado. É nessa fase em que ocorre o pagamento, em caso de uma aquisição, e a transferência de titularidade. No pós, ainda há a finalização do processo e o registro da nova sociedade, além, é claro, do aviso oficial ao mercado.

É bom saber que algumas empresas também realizam uma espécie de seguro durante a operação de M&A, para se protegerem de infrações do contrato e terem mais garantias caso encontrem irregularidades posteriores.

Como uma empresa especializada pode ajudar no processo de M&A?

A operação de M&A consiste em processos bastantes complexos, como mostramos ao longo deste texto. São análises e negociações que exigem da gestão de qualquer negócio não só conhecimento, mas tempo. Quando avaliamos o processo de due diligence percebemos como ainda é preciso ter uma auditoria separada para analisar as informações.

Mesmo que a empresa possua recursos, todas essas etapas são desgastantes e trazem uma sobrecarga de diversos setores. Além do mais, existe a questão da experiência, que, para negócios que nunca realizaram essa operação, é bastante complicada e levar a erros. Por isso, a contratação de uma companhia especializada pode ser a resposta para realizar o M&A com eficácia.

A TBS, por exemplo, possui uma área especializada nessa operação, disponibilizando diversas ferramentas e suporte para que a fusão ou a aquisição seja de acordo com o planejamento de ambas as partes:

  • oferecemos diagnóstico econômico;
  • auxiliamos na análise de diferentes indicadores para o processo de valuation, como EBITDA e métricas de performance;
  • geramos laudos e também projeções para diferentes cenários econômicos;
  • geramos os documentos MOU e LOI.

Somos uma empresa com 10 anos de mercado e temos experiência quando o assunto é operação de M&A. Trabalhamos, inclusive, com conhecimento dos sistemas integrados de informação, como ERP, MRP e MRO, para fornecer as melhores análises do setor financeiro dos nossos clientes.

Não perca tempo, faça agora o M&A com a nossa empresa, conheça o nosso serviço exclusivo!

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: 0 / 5. Avaliações: 0

Nenhuma avaliação, seja o primeiro!