reduzir carga tributária

8 dicas práticas para reduzir a carga tributária da empresa

Por |

Entender quais práticas podem ajudar a sua empresa a reduzir a carga tributária é essencial para alavancar os resultados do seu negócio. Saiba como fazer isso neste post!

A prioridade para reduzir a carga tributária deve ser a realização de um planejamento estratégico, tanto para garantir estabilidade e adequação às exigências legais quanto para reduzir o peso dos tributos no negócio. Um bom estudo da situação tributária da empresa e o registro das tarefas necessárias à solução de problemas precisam ser documentados e acompanhados, a fim de garantir os efeitos desejados.

Em um cenário de mudanças legais constantes, toda empresa deve manter vigilância das normas para se adaptar às exigências e não correr sérios riscos, como comprometer sua competitividade e sua saúde financeira.

No entanto, nem tudo é somente risco na gestão tributária. Quando bem conduzida, também é possível se destacar e usar a conformidade com as regras como um grande diferencial, especialmente se o modelo adotado permitir que os líderes se concentrem em questões estratégicas, focando nos clientes e nas atividades mais importantes, em vez de se preocupar com burocracias. Entenda e aproveite as vantagens!

Como reduzir a carga tributária da empresa?

De acordo com o levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a tributação sobre a renda de empresas brasileiras é uma das mais elevadas do mundo. Porém, com tantas demandas para lidar a cada semana, como reduzir a carga tributária e por que é tão importante estar em dia com o regime fiscal?

Um dos principais benefícios de cumprir com as obrigações, além de respeitar a lei e garantir a sustentação legal de sua organização, é ter a oportunidade de pagar menos impostos de forma ética. Confira, a seguir, o que pode acontecer com o seu negócio caso ele não respeite o regime fiscal:

  • aumentar as dívidas;
  • pagar multas e atrasos;
  • ter riscos ou falhas nos procedimentos;
  • aumentar a incidência de impostos;
  • ter o risco de apreensão do bem ao qual o tributo se refere.

Muitas vezes, o descumprimento de obrigações fiscais acontece por causa da falta de conhecimento sobre o que é preciso ser feito e, por isso, é fundamental entender mais sobre como melhorar a gestão tributária e reduzir a carga de impostos em sua empresa. Confira as dicas que reunimos, a seguir, para ajudá-lo a fazer isso de forma legal.

Elabore um planejamento tributário

Um dos primeiros passos para melhorar a eficácia de sua organização tributária é fazer um bom planejamento tributário, tendo mais atenção às atividades realizadas pela empresa, a fim de diminuir a carga de tributos.

Ao conhecer os impostos que incidem sobre os processos de seu negócio, ampliando o controle sobre o fluxo de caixa e balanço financeiro, torna-se mais fácil adotar estratégias lícitas para ter menos despesas, evitar o pagamento de multas e reduzir o número de erros e o risco de ações judiciais.

Conheça bem a legislação

A legislação tributária envolve diversos detalhes que podem mudar completamente os resultados financeiros de uma empresa, podendo apresentar tributações diferentes a depender das atividades realizadas e do faturamento obtido. Então, é recomendável conhecer qual é a legislação tributária aplicável à sua organização para otimizar os resultados e diminuir os custos.

Entender a Reforma Trabalhista, analisando as mudanças das leis trabalhistas e correlatas e organizando os processos internos, também é um ponto de extrema importância para reduzir a carga tributária e evitar penalizações em seu negócio.

Diminua o pró-labore dos sócios

Uma possibilidade para diminuir a carga tributária cobrada é reduzir o pró-labore dos sócios e administradores, aumentando o rendimento deles por meio da divisão de lucros, que não apresenta a incidência do INSS e do Imposto de Renda, para evitar a tributação e economizar mais.

Separe as contas pessoais das jurídicas

Alguns empreendedores cometem o erro de realizar o pagamento de contas pessoais com o dinheiro da empresa, mas é importante manter as contas bancárias separadas entre pessoa física e jurídica, a fim de ter um melhor controle financeiro e evitar problemas no futuro.

Aproveite os benefícios fiscais

Os benefícios fiscais são vantagens ou facilitações oferecidas em relação ao regime regular de tributação. Eles permitem reduções de taxas, isenções e geração de créditos que podem reduzir substancialmente a carga tributária. Contudo, nem todos eles são automáticos e não atingem a todos os enquadramentos, códigos de atividades e outras peculiaridades de cada empresa.

Por isso, é fundamental fazer um levantamento sobre quais dessas oportunidades estão disponíveis para o seu negócio, bem como os procedimentos que você precisa fazer para ter acesso a elas. Em alguns casos, basta fazer um cadastro. 

Um exemplo desse tipo de ocorrência é o de empresas sujeitas ao ISS, que pagam o imposto duas vezes, na cidade de origem e na cidade de prestação do serviço, por não figurarem no Cadastro de Prestadores de Serviços de Outros Municípios. Nesse caso, aliás, não se trata de um benefício, mas de um direito.

Escolha o enquadramento correto

Boa parte dos benefícios existentes dependem do enquadramento da empresa, pois não estão disponíveis para todas elas. Os diferentes regimes tributários são um problema da nossa legislação, que complica a gestão do setor e facilita enganos, se você não conta com a orientação de um bom especialista.

Fazer a escolha correta no momento da abertura é importante, mas em muitos casos é vantajoso fazer alterações ou até mesmo criar uma empresa. Tudo depende de cada caso em questão.

Mantenha-se atualizado

Vivemos um momento de profundas transformações legislativas. Nesse campo, não importa se você é favorável politicamente a elas, tampouco qualquer crítica sobre a velocidade com que essas mudanças são definidas. O fato é que estamos sujeitos às regras tão logo se inicia a vigência das novas leis, o que exige atenção e atualização constante. Isso sempre foi necessário, mas nunca como em períodos como o atual. 

Conte com uma consultoria permanente

Sabemos que essa atualização não costuma ser fácil para quem vive diariamente a dinâmica agitada dos negócios. Além disso, esse tipo de preocupação pode tirar o foco das atividades estratégicas, importantes para manter a empresa com um bom posicionamento no mercado. 

Além de colaborar com orientações pontuais sobre atualizações, a consultoria permanente garante que a empresa atue em conformidade com as regras tributárias, mantendo as obrigações em dia, diminuindo a carga tributária e evitando multas e punições desnecessárias.

Por fim, considere que adotar essas dicas para reduzir a carga tributária é fundamental para garantir a sustentabilidade financeira da empresa, sua competitividade e permanência no mercado com solidez e mais perspectivas. Sem atenção a esses aspectos, uma empresa não consegue garantir 100% a conformidade fiscal.

A TBS, fundada em 2010, tem uma jornada marcada por grandes evoluções e conquistas e oferece tudo o que você precisa para reduzir a carga tributária, focar na sua empresa e adquirir suporte especializado no dia a dia.

Nossa equipe está preparada para indicar os principais passos que você deve seguir a fim de vencer os desafios da organização tributária e contábil de seu negócio.

Fale com um de nossos consultores e saiba como elevar o grau de sua gestão!

Outros artigos que entendemos que você vai gostar:

Dúvidas, fale com nossos consultores clicando aqui ou no ícone do WhatsApp do lado inferior direito do site.

Qual sua nota sobre esse conteúdo?

Clique e avalie

Nota: 0 / 5. Avaliações: 0

Nenhuma avaliação, seja o primeiro!